Cursos Preparatórios 11 de ago, 2022

8 dicas para estudar melhor em casa

Uma das principais premissas da educação a distância é a democratização do acesso ao ensino. Poder assistir às aulas onde e quando quiser/puder é a solução para que muitos consigam estudar. Para algumas pessoas, porém, esse modelo de aprendizagem traz desafios, pois nem todos têm facilidade para lidar com a autonomia que o EAD propõe.  […]

Uma das principais premissas da educação a distância é a democratização do acesso ao ensino. Poder assistir às aulas onde e quando quiser/puder é a solução para que muitos consigam estudar.

Para algumas pessoas, porém, esse modelo de aprendizagem traz desafios, pois nem todos têm facilidade para lidar com a autonomia que o EAD propõe.  Se você faz parte desse grupo e está pensando em jogar a toalha, calma! Não se desespere!

Existem maneiras de tornar o EAD mais fácil e produtivo e nós vamos te mostrar.

1. Organize a sua agenda

Tal como no ensino presencial, é necessário estabelecer um horário para os estudos. Muitos cometem o erro de deixar para acessar as aulas “quando der” e acabam não o fazendo nunca. Ou menos do que o necessário…

Organize a sua agenda e separe um horário diário para estudar. 

2. Foco e disciplina

Para muitas pessoas, o principal problema do EAD é o excesso de autonomia. Não há ninguém te esperando em um horário ou local pré-determinado. O seu tempo de estudos é um compromisso seu com você mesmo. Por isso, foco e disciplina!

Estudar é uma das suas tarefas diárias - tal como o trabalho e as atividades pessoais - e deve ser encarada como prioridade dentro da sua lista! 

3. Metas e objetivos

Quando estamos diante de um grande desafio, precisamos criar estratégias para alcançar o sucesso.

No universo da computação, há uma técnica denominada Divide and Conquer, que em português significa dividir e conquistar

Não adianta olhar só para o todo. É como querer abraçar o mundo: vai gerar ansiedade e frustração, um caminho certeiro para a desistência. 

Faça um cronograma de estudos e estabeleça metas diárias. Assim, degrau a degrau, você conseguirá alcançar o topo.

4. Dê um passo do tamanho da perna

Não basta organizar o seu cronograma de estudos, é preciso ser realista na hora de distribuir os conteúdos. 

Evite estabelecer metas que você sabe serem difíceis de atingir. Separe, para cada tópico, o tempo necessário para a sua assimilação. Colocar metas muito grandes e difíceis de cumprir pode ser mais prejudicial do que benéfico.

5. Imprevistos acontecem

A disciplina é fundamental para alcançar os objetivos, mas ela não pode ser aplicada de forma irracional. Imprevistos acontecem. E no lugar de lutar contra eles, o ideal é se adaptar.

Uma boa estratégia para que os imprevistos não prejudiquem (muito) suas metas é evitar montar um cronograma muito justo.

Deixe "sobras" de tempo justamente para conseguir realocar um ou outro conteúdo em caso de alguma eventualidade.

6. Arrume o seu espaço

Estudar em casa pode significar improviso e adaptação. Em geral, não temos um lugar reservado especificamente para os estudos. Acabamos nos ajeitando em uma mesa ou espaço que esteja disponível e seja possível de ser utilizado. E tudo bem!

Mas alguns pontos são importantes: 

  • Mantenha o lugar limpo e organizado;
  • Retire o excesso de informações (poluição visual prejudica o foco);
  • Deixe tudo o que você precisa a mão;
  • Evite o conforto excessivo

Estudar na cama pode ser uma alternativa para quem não dispõe de muitos espaços em casa, mas é fundamental não ficar muito à vontade para espantar a preguiça e o sono.

7. A tecnologia pode ser uma aliada

Sabemos que, na hora de estudar, o ideal é se desconectar. Quando ficamos muito atentos às mensagens das redes sociais, a tendência é perdermos a concentração. 

Mas nem todo aplicativo ou site é ruim para os estudos. 

Evernote: uma ferramenta de anotações com uma série de recursos para te ajudar a organizar as ideias;

Self Control: um app que te auxilia a desconectar. Ele bloqueia, pelo tempo programado, o acesso às redes sociais;

Realcalc: aplicativo de calculadora científica para te apoiar na hora de fazer cálculos extensos e/ou complexos.

8. Cuide de você

Por fim, é sempre importante lembrar que tudo na vida é equilíbrio. Não adianta só estudar, é preciso ter tempo para descansar. É no repouso  que nosso cérebro assimila os conteúdos.

Para cada meta alcançada, reserve um momento de lazer para fazer o que gosta. Isso vai te revigorar e trazer mais ânimo para voltar aos estudos.

Cartão de TODOS

Redator

Cartão de TODOS e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Olá! Como podemos ajudar?